Iraniana Baleada


Uma jovem mulher que estava em pé na esquina do lado com o pai, ao ver o protesto, foi baleada por um membro Basij, escondido no telhado de uma casa civil. Basij é o maior grêmio estudantil do Irã, e uma força paramilitar formada por voluntários, fundada por ordens do aiatolá Khomeini em Novembro de 1979. O Basij está subordinado à Guarda Revolucionária Islâmica.

Veja o relato de um médico que tentou salva-lá:

"Eu sou um médico, então eu corri para tentar salvá-la. Mas o impacto do tiro foi tão grande que a bala explodiu dentro do peito da vítima, e ela morreu em menos de 2 minutos. Os protestos foram a cerca de 1 km de distância da rua principal. O filme foi filmado pelo meu amigo que estava ao meu lado. Por favor, deixe o mundo saber. "

O Mundo está com sentimento de revolta com os acontecimentos no Irã, que é meu sentimento também...

Veja o vídeo, são imagens fortes:




[VIA: CNN.com]

2 comentários:

Gui disse...

As imagens são muito fortes mesmos e muito triste. Além de ver a vítima sangrar até a morte, o mais cruel é triste os gritos de lamentos da família que nada pode fazer. A culpa de tudo isso é do Aiatolá e seu regime, que ao invés de ouvir o povo e cancelar a eleição assume que fraudou o pleito. Liberdade de expressão não existe no Irã e tenho certeza que mais cenas como essa serão exibidas na web se nada for feito.

Hydro disse...

É lamentável o que está acontencendo no Irã, governo mandando nas mídias de comunicacao, tirando a internet dos cidadões, praticamente colocando um "tapa boca" na opiniao pública.

Acho que as eleicões foram manipuladas, comecaram os protestos e logo logo vai comecar uma gerra civil e ainda mais pessoas morrerão...infelizmente...