CB2, o bebê robô



Em quase dois anos desde que foi primeiramente revelada ao mundo, o menino robô com corpo biomimético, ou CB2, tem vindo a desenvolver competências sociais através da interação com os seres humanos e observar as suas expressões faciais, de acordo com seus criadores na Osaka University.

A equipe é composto de engenheiros de robótica, especialistas em cérebro, psicólogos e outros peritos, a equipe de pesquisa tem trabalhado para ensinar o andróide a pensar como um bebê, ele tem de avaliar as expressões faciais e classificá-las em categorias básicas, como felicidade e tristeza.

Ele tem 130 centímetros de altura e 33 kg, o robô está equipado com câmeras no olho que registram expressões emocionais. Concebido para aprender como uma criança, o robô pode memorizar expressões faciais e corresponder a elas com sensações físicas, que detecta através de 197 sensores sob pressão a um terno leve com silicone para simular a pele.


Além de ver as faces, o CB2 está aprendendo a caminhar. Ele tem uma pneumática com 51 "músculos", o pequeno andróide pode agora andar através de um quarto, mais bem suave do que poderia a quase dois anos atrás, embora ainda requer a ajuda de um humano.


Dentro de dois anos, os pesquisadores esperam que o robô vai ganhar a inteligência de uma criança de um a dois anos de idade, com sua capacidade de falar frases básicas.


Veja o vídeo:


5 comentários:

André Luís Leite disse...

caralho-eu acho brabo que a conciencia venha a ser inserida numa maquina cibernetica - eles nunca terão tesao...so isso ja vale a pena ser humano - eu li os robos do assimov- hoje robos somos todos nós controlados pela televisao e pelos jornais mentirosos. um abraço -
*quando inventarem uma robo ninfomaniaca me avisa ( tambem tem que terem inventado um protese peniana para mim)

Hydro disse...

kkkkkkk!!

valeu andré! eu avisarei...

Abracos

miluzcintila disse...

Será o início da substituição de seres humanos? Esperemos que seja usado com ética e discernimento!
bj
mirna

Hydro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hydro disse...

Mirna,

sempre o homem querendo ser Deus, imitando a natureza... pelo menos tentando ser...

mas eu adoro essas coisas...

Bjs